Mais processos envolvendo Superman

Mais processos envolvendo Superman

Capa de Action Comics 1, estreia de Superman, de 1938

Sim, sairam mais noticias…

O advogado Marc Toberoff – representante das herdeiras de Jerry Siegel (um dos criadores do personagem Superman) iniciou processo contra a DC Entertainment. Desta vez o processo é de ordem pessoal, pois a DC havia processado Toberoff (em maio deste ano), acusando-o de interesses econômicos na propriedade do Superman, alegando que o advogado não representava somente as herdeiras de Siegel, mas também por interesses próprios. Toberoff decidiu utilizar-se de uma lei do Estado da California que combate intimidações em casos juridicos de longa duração.

Toberoff alega já ter feito acordo com as herdeiras Siegel no início desta década. Este acordo seria referente à parte de Superman ganha por elas na justiça. As familiares de Siegel foram abordadas pelo concorridíssimo agente de Hollywood Ari Emaniel (que é parceiro comercial de Toberoff). A oferta de Ari visava a venda da arte delas na origem e alguns aspectos referentes à origem do personagem. Toberhoff alegal que as herdeiras nunca responderam a tal oferta (que gira em torno de U$ 15 milhões e dólares). Alegando assim não ter sociedade alguma com suas clientes, sendo então somente o representante legal das mesmas. Curiosamente, Toberoff também representa legalmente Mark Warren Peary, sobrinho e herdeiro de Joe Shuster, o desenhista e co-criador de Superman. Como ja é de conhecimento de todos os que acompanham o caso de perto, notícia à notícia, os descendentes de Siegel e Shuster devem dividir entre si os direitos comerciais e intelectuais sobre o super-herói a partir de 2013.

A Warner Bros correm contra o tempo para realizarem uma nova produção cinematográfica com o Homem de Aço até este ano, quando o contrato de licença para o cinema vence, e o estúdio fica sujeito a uma multa milionária.

Deixe um comentário

comments