I RPGCon Portão – Um evento para mudar a história de uma pequena cidade

I RPGCon Portão – Um evento para mudar a história de uma pequena cidade

Aviso: Antes que prossiga com essa leitura gostaria de informar-lhe que este post é tendencioso. Uma vez que um dos organizadores do evento é também seu escritor.

Primeiro pôster do evento

Por mais que eu tente me esforçar, a épica música de Basil Poledouris para “Conan – O Bárbaro” não sai de minha cabeça; por mais que eu tente escutar Ramones, os solos fantásticos de Rhapsody of Fire não deixam meus ouvidos esquecerem desse épico momento para a cidade onde vivo.

No dia 21 de Abril de 2012, um pequeno município (e vamos associá-lo ao Condado) que fica a pouco menos de 1h de carro da cidade de  Valfenda Porto Alegre e no exato ponto central entre a serra e a capital do estado, deu sede para o primeiro evento nerd de sua história: O I RPGCon Portão, foi um encontro que reuniu os fãs de RPG, HQ, literatura fantástica e cinema sob a bandeira inicial de troca de experiências entre os diversos grupos de jogo da cidade e garantir a diversão de quem quer aprender o que essas três letras significam (nada a ver com dor nas costas ou mísseis usados pelo exército americano).

O mesmo se deu na ETEP – Escola Técnica Estadual Portão e contou com a visita de aproximadamente 100 pessoas que adentraram os portões a partir das 10h e tiveram um dia inteiro cheio de partidas de jogos de narrativa, Magic: The Gathering, War e exposição de Comics; organizada pelo nosso conhecido “filósofo dos quadrinhos”, Gelson Weschenfelder que também é professor desta instituição de ensino, onde trabalha com o uso da filosofia na cultura pop (área que vem atuando a alguns anos).

À Esquerda: Gelson, seus quadrinhos, action figures e possíveis alunos. À Direita: Exposição de espadas e artigos de RPG, ops… o que aquelas luvas verdes fazem ali??

Com o apoio da direção e dos professores da escola, dos conhecidos ARGCaster Fabiano “Professor Nerd” Silveira e Yuri “Hilliam” Machado e do já citado filósofo, não faltou diversão para os convidados do evento, onde praticamente ninguém ficou sem jogar, seja o já vovô Vampiro: Máscara, o novato Dragon Age ou com os conhecidos 3D&T e D&D, isso sem falar da seção narrada por esse que voz fala, o único que se atreveu a contar aventuras de Pathfinder para os moradores de Valfeda e para… (babem de inveja mestres de todo o Brasil) o nosso querido fã de Batman e professor de inglês nas horas vagas.

A prova de que RPG também é coisa de meninas. Meninas guerreiras que gostam tem chutar alguns Lycans.

E por falar em mestres, os deste encontro estão de parabéns, conseguiram tirar a atenção de todos das trilhas sonoras épicas que tocavam nas caixas de som em máximo volume no centro do evento para as histórias que narravam com tanta empolgação que se podia ver o brilho no olhar dos novatos e dos velhos que a muito tinham aposentado a espada.

A decoração do evento estava preenchida com um toque especial, havia desde pôsteres de cinema, á lembretes sobre as regras do evento, passando pelos maravilhosos quadros e a pelas espadas do convidado e ajudante Sadi Júnior, isso sem falar do escudo do Capitão América, do Mijolnir, da capa do Superman, das Guarras “Let’s go, Bob” de Wolverine e dos Actions Figures de heróis dos quadrinhos de… adivinhem quem!?

O público superou o estimado pela equipe organizadora, a então conhecida Cúpula do Trovão, e trouxe pessoas de todas as tocas de hobbits desse maravilhoso Condado, bem como jogadores de Capela de Santana, Estância Velha, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Ambas, cidades da região, essa última, conhecida pelo seu finado Nóia RPG.

À Esquerda: Os queridos alunos do Prof. Nerd, Hilliam, Fabiano Silveira, Eu e os jogadores de Portão: Ângelo e Diego. À Direita: Um Grupo de D&D 4.0 formado por Sadi Júnior, Moisés, Éderson (o mestre de Capela de Santana)

A equipe organizadora André Wagner, Christian Mendes, Márcio “Muca” Andrade e eu, Vagner Abreu (Olá Enfermeira!!!) estão mais do que satisfeitos com os resultados alcançados e prometem uma nova edição do encontro ainda para esse ano. Agora, claro, com ajuda de Hilliam, Professor Nerd e quem mais puder lutar junto às esses portonenses corajosos para que haja mais cultura pop nas outras localidades desse honrado Estado gaúcho.

Por menor que seja, nesse município (e na vizinhança) há uma quantidade considerável de jogadores e fãs do hobby. Talvez porque moramos perto de Porto Alegre, talvez! Talvez porque a cidade não nos oferece outras formas de entretenimento, talvez?

Agora, não se pode mais dizer que “não existe cultura nerd”em Portão. O dia de Tiradentes serviu para provar que não. Que aqui há um público mais do que ávido por aventuras, só o que precisávamos era de um pontapé inicial (Bilbo). Pontapé, esse, que foi dado nesse abril de 2012.

Apropriando-me da frase de um dos organizadores “Meu sonho era ver o dia em que essa cidade tivesse um evento deste tipo”. Bem, sonho realizado, o que mais podemos sonhar e realizar? Só o tempo vai dizer, o que peço agora é que cada um dos leitores deseje:

Três vivas ao RPG de Portão!

E sejam bem vindos na próxima edição.

Foto de quem ficou até o final do evento. Tente achar o Wall-e ai no meio!

Deixe um comentário

comments

9 comentários sobre “I RPGCon Portão – Um evento para mudar a história de uma pequena cidade

  • O evento estava fantástico! O foco era agregar jogadores de RPG e nerds com opções para todos os gostos. Tinham desde exposições de gibis, miniaturas e réplicas (preciiiiossssidadessss) até exibição de filmes, curtas, animes e desenhos (não faltou caverna do dragão e watchmen). Também tivemos palestras e trocas de cards e outros itens e após o evento tivemos um momento de confraternização no Tirol Beer (2ª fase do evento) com alguns jogadores. Ao total, tivemos mais de 100 pessoas jogando, assistindo, conversando e trocando informações ao longo do dia. Ao final do evento passamos uma lista de presença e ainda existiam 60 guerreiros que permaneceram até o final e destes uns 40 posaram para a foto aí de cima. Em um levantamento preliminar (com a lista em mãos) ao final do dia mapeamos que metade dos RPGistas (mais fervorosos) que participaram do grupo do evento no facebook ou que conhecemos na região não puderam (por um motivo ou outro) vir ao I RPGCon Portão, logo, avaliamos que o próximo será muito maior (então já temos que nos preparar desde agora). Eu como ex-mestre aposentado fiquei emocionado em ver o que foi realizado por essa equipe. Lembrando que tudo isso ocorreu sem custo nenhum para os participantes: ENTRADA FRANCA!!! Num esforço coletivo, pelo amor ao jogo e o espírito nerd, cada um trouxe algo e ajudou com algo e foi este o resultado. Parabéns e vida longa e próspera para o RPGCon Portão!

  • Parabéns, Vágner! Tu é um dos idealizadores desse momento e um dos realizadores também. O André e o MUCA, todo mundo engajado prá fazer do evento algo proveitoso para novos jogadores.

    Que alegria receber em Portão a galera jovem e a mais experiente, jogando juntos, compartilhando experiências e, acima de tudo, encontrando diversão na tarde de sábado. Foi muito bacana ver uma gurizada de 13 e 14 anos com os olhos brilhando ao ouvir pela primeira vez um mestre narrando, e podendo participar da sua primeira estória.

    O importante é que o evento continue! Para o alto e avante, amigos!

  • Infelizmente por motivo de força maior não pude participar. Mas pelo que vi o evento foi um sucesso. espero participar das próximas edições. Parabéns Vagner, e a toda comissão organizadora.

  • Infelizmente por motivos de força mediana, maior e dantesca, não pude escapulir e visitar o evento, juntamente com o Fabiano. Mas acredito que tenha sido do caralho! E agradeço a lembrança em nos convidar, Vagner!

    • Obrigado Daniel. Estava mesmo simples e do caralho.
      Agradecemos pelo espaço para publicação desta matéria sobre o evento.
      E você, com certeza, será a nossa celebridade da próxima edição que promete!!!
      Te esperamos aqui no Condado… eih?

  • Bom, eu estive presente no evento, do inicio até o final, parando apenas 1 hora (se é que levou tanto tempo) para ir almoçar. Gostei muito do evento, e apesar de não esperar e não estar preparado, consegui mestrar uma campanha que, por mensagens que recebi no dia seguinte e ainda estou recebendo durante a semana, acredito que tenha agradado. Se um dos propósitos do evento era juntar a antiga geração com a nova, venho por meio deste informar que foi um sucesso. Pois os mesmos jogadores novatos que Salvaram o Mundo derrotando Brainiac em sua primeira partida de 3D&T Alpha agregamos dois deles ao nosso humilde já formado Grupo, assim podendo alem de iniciar novos jogadores ao hobbye trazer mais alguns para meu grupo (que devo admitir estava com uma leva falta de PJs).

    Então para finalizar, só tenho a dizer que todos os organizadores desse maravilhoso evento estão de parabéns e que aguardado acinosamente por uma próxima edição!

  • TEMPO, MALDITO TEMPO, QUE ANDA DEPRESSA QUANDO A DIVERSÃO IMPERA EM NOSSAS VIDAS,
    Diversão esta que a muito não tinha, deveras pelos deveres, obrigações, talves, preocupações?? Então digo, repito e se necessário
    GRITOOOO:
    “IRPGCon de Portão me trouxe uma alegria há muito esquecida, adormecida que eu sabia que habitava meu ser, mas dificilmente
    poderia reencontrá-la”
    Peço que fechem os olhos e lembrem-se daquele tempo bom, quando vocês eram crianças, que só sabiam brincar e se divertir.
    Lembrem-se daquele sentimento de que TUDO podiam fazer, lembrem-se da sua imaginação que aflorava, que VIA, imaginação que
    ENCHERGAVA, heróis, monstros, lindas donzelas em perigo.
    Isso tudo eu senti neste evento, voltei a ser criança, a imaginar, brincar. Me senti tão bem em meio aos meus, em meio a
    este grupo maravilhoso de pessoas QUERIDAS, EDUCADAS, SIMPÁTICAS, que o maior mal que já fizeram foi imaginar
    um mundo melhor. Mundo que somente o RPG pode oferecer.
    Obrigado digníssimos idealizadores e membros da Cúpula do Trovão, por trazer de volta estes sentimentos a tanto esquecidos.
    Um abração, e que o próximo evento seja de igual importancia na vida de todos…

  • Então quando cheguei lá na I RPG Con Portão com meus amigos tínhamos uma ideia completamente diferente de RPG, claro influenciados pelos jogos de vídeo-game (Skyrim) e os MMO(RuneScape e WoW), porém quando perguntei para o Vovô do Vampiro a máscara ele prontamente já começou a nos contar tudo sobre RPG e principalmente sobre os clãs de vampiros com muito entusiasmo. Por ser nossa primeira aventura optamos pelo 3D&T com o Mestre Douglas Faquin que no improviso fez uma aventura sobre heróis muito boa e cheia dos desafios. Bom, saímos de lá muito tarde e muito empolgados com a partida, falando sobre os desafios que mais quebraram nossas cabeças e nos nossos futuros personagens. Já marcamos uma nova aventura lá com o Mestre Faquin e definitivamente interpretar é muito mais legal do que só esmagar alguns botões.

    Resta esperar o próximo evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *