Capitão América: os visuais do Super Soldado

Capitão América: os visuais do Super Soldado

Com a estréia do filme de CAPITÃO AMÉRICA, o público comum que não acompanha quadrinhos (e consequentemente não conhece o histórico do personagem) remete sua memória aos desenhos “desanimados” da Marvel (que passaram no Brasil na decada de 60), ou até mesmo em algumas participações do personagem na série animada do Homem-Aranha. Recentemente na série animada dos Vingadores. Mas no geral, a referencia de um “cara que se veste com as cores da bandeira dos EUA” é a mais recorrente.

Desde sua criação, em 1941, pelas mãos de Jack Kirby e Joe Simon, o personagem passou por altos e baixos, o que acabou refletindo no modo como ele foi ( e é) apresentado aos leitores. E acredite, nem sempre usou a bandeira do seu país como uniforme.

Veja abaixo algum dos visuais do Capitão América.

Em CAPITAIN AMERICA COMICS #1 (1941), da Timely Comics seus criadores JACK KIRBY e JOE SINNOT apresentavam seu personagem socando Hittler, e usando um escudo triangular, e não o conhecido escudo circular (que foi implementado pouco tempo depois). A máscara do personagem nõ cobria sua nuca e pescoço, parecendo-se mais um elmo/capacete, e em seu tronco, a parte de cima éra feita já com as conhecidas escamas, dando ja a impressão de que o personagem usava uma cota de metal protetora. Capitão América já estréia na época com um "sidekick"(um parceiro juvenil, pratica editorial muito comum na época), chamado Bucky.

Port War: Após a Segunda Guerra, a Timely Comics tira o personagem de circulação, devido às baixas vendas de sua revista. O personagem, bem como diversos outros surgidos no período da guerra, caem no esquecimento. Porem, STAN LEE, um dos roteiristas/editores da Timely inicia uma nova linha editorial com super-heróis, criando assim, a Marvel Comics. Em seu quadro criativo, a Marvel tinha o talento inigualável de JACK KIRBY, e a parceria Lee/Kirby trouxe dentree diversos outros personagens, os Vingadores. Sendo a (agora) Marvel detentora dos diretos do Capitão, Lee e Kirby decidem trazer o personagem de volta. Ele é encontrado pelos Vingadores, congelado, em THE AVENGERS #4 (1963). Agora vivendo a décadas de quando surgiu, o Super Soldado passa a adaptar-se aos tempos modernos. Sendo seu criado o responsável por esta volta, muito do visual clássico foi mantido, sendo modificado somente a máscara.

Nomad: Visual criado por GIL KANE e apresentado já na revista própria do personagem, em CAPITAIN AMÉRICA and FALCON #180 (184). Steve Rogers, o Capitão América descobre que um integrante do alto escalão do governo secretamente fazia parte da HIDRA, organização criminosa mundial. Então, resolve não ostentar mais a bandeira norte-americana em seu traje, assumindo uma nova identidade, chamada Nômade, dando a entender que não tinha mais nação alguma. A mesma identidade e uniforme também foi usada pelo segundo Bucky, quando Rogers resolveu voltar a ser o Capitão América, só após resolver a trama de conspiração.

The Capitain: Criado por TOM MORGAM e apresentado em CAPITAIN AMERICA #337 (1988), este traje marca o inicio do arco de histórias intitulado "CAPITÃO AMÉRICA NUNCA MAIS (até parece...). O governo dos EUA exige que Steve Rogers sirva somente aos interesses do país pois sendo o "Capitão América" um experimento dos Estados Unidos, Rogers ou seguiria as regras do alto escalão, ou então devolvesse o valioso escudo de Adamantium e lendário traje. Assim, com o apoio dos colegas de batalha Falcão, D-Man, o novo Nômade, e Tony Stark/Homem de Ferro (que cria-lhe um novo escudo) adota a identidade de O CAPITÃO. Na opinião de alguns, o visual mais interessante usado pelo personagem.

Armor Cap: Criado por DAVE HOOVER, teve sua primeira aparição em CAPITAIN AMERICA #438 (1995). Com a "geração saúde" em evidência, ter um herói ostentando o simbolo de uma nação que ganhou sua super-força e agilidade usando-se de esteróides (sim, porque o "soro do super-soldado"nada mais é do que um ultra anabolizante). Assim, Steve Rogers estava sentindo os efeitos colaterais disto, e seu corpo estava se deteriorando. Junte esta trama com o visual exagerado dos anos 90 e temos um Capitão América usando um traje high tech que... bom, deixa pra lá. Mas vinha coisa pior por aí...

Heroes Reborn: Como comentado no post dos visuais do Thor, alguns heróis da Marvel foram reformulados no meio da década de 1990. E o Capitão América esteve nas mãos de ROB LIEFELD. O visual do personagem manteve-se com uma pequena diferença na máscara, tendo o brasão da S.H.I.E.L.D. no lugar da letra "A" no centro da testa. Maiores alterações além disso, só a constituição física do personagem, e o escudo do personagem que mudava de tamanho e de braço de um quadro para outro. Mais nada.

Ultimate - Pre/Pós WW2: Na linha de cronologia alternativa ULTIMATE, o artista BRIAN HITCH apresentou aos leitores da série ULTIMATES (Os Supremos: versão atualizada dos Vingadores) linhas mais realistas e funcionais ao traje do personagem, tanto antes quanto depois da Segunda Guerra. Na versão PRÉ, As evidentes referencias a trajes de exercito, com a adição de uma máscara/óculos de piloto e um capacete (realmente um capacete). Na versão PÓS, as linhas clássicas do traje criado originalmente por Kirby são respeitadas, com a exclusão das pequenas asas laterais na região das têmporas. O realismo do traço de Hitch não só no Capitão mas em Thor e em outros personagens na linha Ultimate servirão quase de diretriz estética como veremos logo a seguir. Inegável também a importância desta versão para o conceito visual do novo filme do Capitão América.

CW: de Civil War, mini-série da Marvel Comics em 7 partes, onde a comunidade de heróis esteve dividida, após uma lei de registro de super-humanos implementada pelo Governo. Ilustrada por STEVE McNIVEN, nela vemos o traje classico do Capitão, mas com reflexos do que foi apresentado na linha Ultimate. Detalhes de relevo e costura deram realismo ao uniforme. Peculiarmente na malha metálica protetora do tronco, sempre feita anteriormente de forma resumida, mas que passou a ter acabamento meticuloso dos desenhistas desde então.

Cap II: Conseqüência dos acontecimentos da saga CIVIL WAR, Steve Rogers foi preso e de modo inesperado, morto! Em sua homenagem, seu antigo colega de batalha no front, Bucky Barnes (que atuava como "Soldado Invernal" nas histórias do Capitão, adota a identidade heroica de seu amigo. O visual deste novo Capitão, criado por ALEX ROSS, foi apresentado em CAPITAIN AMERICA #34 (2008) trabalha efeitos metalizados e cores mais escuras. Independente das alterações, este novo Capitão ganhou o gosto dos leitores, e quando Steve Rogers voltou, como veremos a seguir, a permanencia de Barnes foi surpreendente favorável.

Reborn: A Marvel trouxe Steve Rogers de volta ao mundo dos vivos, e em uma mini-série que mostrava o espirito do personagem vagando por diferentes épocas de sua vida até sua morte, os leitores viram o mesmo BRIAN HITCH dos Ultimates/Supremos dando seus traços realistas na concepção de uma re-leitura do uniforme clássico. Praticamente uma mescla das idéias originais de Kirby, McNiven e do seu próprio trabalho, Hitch mostra o CapiTao com asas e o "A" pintados em um capacete, que tem viseira como uma máscara, as peculiares escamas metálicas no tronco, com botas e cartucheiras militares.

Super Soldier: Decidido em não voltar mais a ser o Capitão América, Rogers passa a atuar como diretor da S.H.I.E.L.D. e usa um traje que tem referencias ao uniforme do Capitão América, mas também a alguns dos diversos personagens ligados à 2a Guerra, que surgiram nos anos 1940.

E não esquecendo…

Truth - Red, White & Black: A idéia do Capitão América, surgida em 1941, mostrava-nos um Steve Rogers branco, raquitico, que se submete a um experimento científico único que poderia não resultar em nada ou a morte de um branco americano. A realidade politica e social então foi levada em conta na criação de um retcon publicada em 2003 intitulado Truth - Red, White & Black, mini-série de 4 capitulos escrita por ROBERT MORALES e com arte de KYLE BAKER, onde os leitores conhecem Isaiah Bradley, o (este sim) primeiro Super Soldado, usado como cobaia na primeira versão do soro que foi usado em Steve Rogers. De muita qualidade, a história premiada gerou frutos, onde o neto do personagem atualmente é o Patriota, versão adolescente do Capitão América, que lidera a equipe Jovens Vingadores.

Deixe um comentário

comments

Um comentário sobre “Capitão América: os visuais do Super Soldado

  • Baita pesquisa! Pode ser brega, mas eu até que gostei do Capitão América de armadura. Eu lí praticamente nada do Capitão, mas um personagem tão antigo assim se manter, só adaptando-se aos tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *